sexta-feira, 20 de novembro de 2009

20 de novembro: Dia da Consciência Negra

Antes de qualquer alusão a respeito deste dia, reflitamos:























  • Consciência...
  • Negritude...
  • Consciência Negra...
Em nosso país, consciência e suas derivações são termos amplamente utilizados, principalmente, quando o assunto em voga é meio-ambiente, educação ou cidadania. Frases feitas ou jargões são comuns ao passo que a proposta de soluções para os debates seja: "Conscientizar a população, os pais, as crianças...". Então, logo notamos que consciência é tomar ciência, conhecimento de algo e este algo instigar respeito, defesa ou revolução.

Vista por este viés, Consciência Negra é o adquirir ciência da negritude, não só por parte dos negros, mas também, do povo brasileiro mestiçado, misturado, pluralizado. Negritude que está presente nas nossas raízes de povo brasileiro, exclusivo no universo, pois em nunhum país há tanta riqueza cultural proveniente de outras riquezas culturais como no nosso Brasil.

A Consciência Negra é envolver-se na negritude assumindo as características extrínsecas (estéticas) e intrínsecas (sapiência); é orgulhar-se das raízes, dos ancestrais; é repudiar os preconceitos combatendo-os por meio de atitudes não-violentas e sim de atitudes que demonstrem a identidade negra, já que o que mais incomoda aos invejosos é a nossa auto-estima, o nosso amor pela vida, a resistência frente às opressões, a luta diante dos caminhos tortuosos. Portanto, ser consciente da negritude é manter-se fiel à sua identidade negra, não permitindo inferiorizações, uma vez que "alguém somente sofre preconceitos se acaso permiti-los"!


Abraços


Lindiane Cardoso

Um comentário:

carmen barbosa disse...

lINDY MEU BEM, MUITO BOM MESMO SEU BLOG, ESTE TEXTO ENTÃO!!SEM COMENTÁRIOS!!!
PARABENS!!!!
SABE QUE ADORO VC NÉ GAROTA!!
ABRACOSSSSSSS